Notícias

Paulo Storani compara produtores rurais a “Tropa de Elite”

publicado em 13 de abril de 2016

_RMS1010O modelo de colonização dos municípios produtores de Mato Grosso, na avaliação do ex-integrante do Batalhão de Operações Especiais (Bope-RJ), Paulo Storani, é um exemplo inspirador, assim como o grupo militar. Storani é um dos oficiais que inspiraram a criação do personagem “Capitão Nascimento”, do filme Tropa de Elite.

“O desafio dos primeiros que aqui vieram, certamente, foi de dificuldades para se instalar, depois plantar, produzir e transportar. Esse modelo de desbravadores, realmente, deve ser um modelo inspirador, como o próprio Batalhão de Operações Especiais”, comparou Storani.

O ex-capitão do Bope foi o palestrante da solenidade de encerramento da Parecis SuperAgro 2016, nesta quarta-feira (13). Mestre em antropologia, pós-graduado em administração pública e em gestão de recursos humanos, atualmente Storani profere palestras sobre como construir equipes de alto desempenho baseado nos métodos de treinamento militar.

Nesta quarta, em uma palestra animada – que inspirou e contagiou os mais de 800 participantes – Storani apresentou o tema “Construindo uma nova Tropa de Elite”.

“Uma tropa de elite é uma equipe de alta performance, que congrega os melhores profissionais em busca dos melhores resultados. É ter a vontade de fazer o melhor sempre. E isso pode ser aplicado a qualquer time, seja tanto no Bope quanto no Sindicato Rural, associação e empresas de qualquer setor da economia”, disse.

Para o ex-capitão do Bope, a vontade de fazer sempre melhor e não ter medo de cometer novos erros é o princípio para um bom trabalho em equipe. “Uma coisa que no Bope sempre utilizamos é encarar como missão qualquer trabalho, oportunidade ou desafio. Quando levamos isto ao patamar de missão, a história é outra: há mais dedicação, e consequentemente, os resultados são melhores”.

Na hora de cumprir a missão, algumas etapas são necessárias: primeiro é preciso determinar o objetivo, montar um planejamento, preparar a equipe, executar o plano e, por último e fundamental, avaliar os resultados.

CRISE – Em relação à crise no momento atual do Brasil, o palestrante avalia que é nesta hora que se revelam os verdadeiros líderes. “Na normalidade todos são bons, mas é na crise, no desconforto, que as pessoas se revelam e revelam suas melhores qualidades. A sorte nada mais é do que o encontro da capacidade com a oportunidade. Todo esforço resulta em sucesso, em missão cumprida”, finalizou.

PARECIS SUPERAGRO – A Parecis SuperAgro tem como foco a segunda safra de Mato Grosso. A região de Campo Novo é destaque na segunda safra, sendo Campo Novo do Parecis campeã nacional na produção de milho de pipoca e girassol. A região também produz feijão, arroz, milho comum, milho branco, algodão, cana-de-açúcar e gado. São quase 2 milhões de hectares plantados durante a segunda safra na região do Chapadão do Parecis.

Nos quatro dias de feira (de 10 a 13 de abril), foram apresentadas exposição de máquinas e implementos agrícolas, palestras técnicas e de personalidades nacionais, cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e apresentação de novas tecnologias no campo, além da área cultural com a realização do Cine Pipoca. O evento é promovido pelo Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis.

FONTE: ZF Press – Assessoria de Imprensa

Documento sem título