Notícias

O momento é de aproveitar janelas internacionais”, diz economista

publicado em 13 de abril de 2016

_RMS0662Com o tema “Os grandes desafios da competitividade no Brasil”, o economista e cientista social, Marcos Troyjo, proferiu palestra, nesta quarta-feira (13), aos participantes da 9ª edição da Parecis SuperAgro 2016.
Entre previsões e análises do atual cenário de crise política e econômica pelo qual passa o país – que aponta reflexos no agronegócio – Troyjo ressaltou que o momento é de se visualizar novos horizontes na economia mundial.

“Precisamos buscar medidas que possam agregar mais valor aos produtos, diversificar a indústria e produção, para que possamos aproveitar essas ‘janelas’ de oportunidade que se abrem na economia mundial”, analisou Troyjo.

Colunista do jornal Folha de São Paulo e comentarista convidado da CNN, Financial Times e Globo News, Troyjo avalia que Mato Grosso encontrou um ambiente internacional muito bom nos últimos 25 anos, sobretudo, representado por uma demanda alta aos produtos que possuem vantagem comparativa, como é o caso da soja e da carne bovina.

Durante a palestra, Troyjo declarou que o agronegócio precisa continuar com a cabeça erguida quanto à crise política e adicionar o olhar às oportunidades que estão se abrindo no resto no mundo. “A gente não precisa esperar a solução da crise, na verdade, temos que fazer apesar da crise”, avaliou.

Troyjo afirmou que o cenário atual acaba criando uma moldura negativa aos investimentos e o país acaba perdendo muita energia com crise política e corrupção. “Isso será um divisor de águas no país, só que o mundo não pode esperar e ninguém vai ficar esperando o Brasil decolar”, concluiu.

PARECIS SUPERAGRO – A Parecis SuperAgro tem como foco a segunda safra de Mato Grosso. A região de Campo Novo é destaque na segunda safra, sendo Campo Novo do Parecis campeã nacional na produção de milho de pipoca e girassol. A região também produz feijão, arroz, milho comum, milho branco, algodão , cana-de-açúcar e gado. São quase 2 milhões de hectares plantados durante a segunda safra na região do Chapadão do Parecis.

Nos quatro dias de feira (de 10 a 13 de abril), foram apresentadas exposição de máquinas e implementos agrícolas, palestras técnicas e de personalidades nacionais, cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e apresentação de novas tecnologias no campo, além da área cultural com a realização do Cine Pipoca. O evento é promovido pelo Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis.

FONTE : ZF Press – Assessoria de Imprensa 

Documento sem título