Notícias

“Agronegócio brasileiro será exemplo mundial de sustentabilidade e produtividade”, alerta presidente nacional da John Deere

publicado em 10 de abril de 2019

A vocação do Brasil para o agronegócio levou o país para o centro de uma revolução que combina – por meio da tecnologia – produção e preservação ambiental. No entanto, a nação ainda enfrenta desafios no que diz respeito a capacitação e retenção de profissionais para uma melhor eficiência em sua produção.

Este foi o panorama apresentado pelo presidente nacional da John Deere, Paulo Herrmann, durante a palestra de abertura da 12° Parecis SuperAgro. Sob o tema “Inovação Tecnológica no Agro”, a atividade ocorreu nesta quarta-feira (10.04), em Campo Novo do Parecis [a 430 km da Cuiabá]. O evento segue até o dia 12 de abril.

“Temos que nos orgulhar do nosso agronegócio. Do ponto de vista da sustentabilidade, temos produtos cada vez mais eficientes e estamos com tecnologia em tempo real – assim como ocorre em outros países. No entanto, há algumas oportunidades a se trabalhar. Um exemplo é a qualificação no campo. Nosso sistema de educação/ensino e de treinamento não evoluiu na mesma medida que a tecnologia. Temos que correr atrás disso”, ressaltou.

Paulo reforçou que o agronegócio segue em busca de profissionais em constante atualização para utilizar todo o arsenal disponível de recursos avançados no campo. “Hoje, entregamos um pacote tecnológico que está sendo usado, na melhor das circunstâncias, apenas 50% de seu potencial. Precisamos melhorar o uso desses equipamentos – que têm mais condições e performances a oferecer do que estamos utilizando”, destacou.

Neste viés, o presidente nacional da John Deere aponta a questão da sucessão familiar no agronegócio. “Há cada vez menos pessoas no campo. Nosso turnover é muito grande. Temos que trazer as mulheres e os jovens para a gestão e o processo produtivo. Nossas máquinas, por exemplo, tem mais tecnologia do que tinha a Apollo 11. Para os jovens que gostam de tecnologia e informática, do mundo digital como um todo, esse é um prato cheio”, ponderou.

O executivo assinalou que ainda há muita oportunidade dentro da propriedade. “Uma delas é a implementação do sistema de qualidade total rural com melhoria da gestão de recursos humanos por meio de programas de desenvolvimento e retenção de talentos. E estamos engajados há mais de dez anos no programa de Integração Lavoura-Pecurária-Floresta (ILPF), que é a tecnologia com que mostraremos ao mundo acerca de que é possível produzir e preservar”, sinalizou.

PARECIS SUPERAGRO – Representada pela concessionária Áster Máquinas, a John Deere leva para o evento sua nova Série 5E de tratores utilitários, bem como sua nova linha de pulverizadores M4000. Na Parecis SuperAgro, o público encontrará na feira os demais lançamentos e portfólio em equipamentos de agricultura de precisão e pós-vendas da John Deere.

Em seu estande, a companhia disponibilizará um módulo de conectividade e o Operations Center – conjunto de ferramentas online voltado para a análise de dados e tomada de decisões, entre outros. (ZF Press)

Documento sem título