Notícias

Dia de Campo revela crescimento e vantagens do sistema ILPF em Mato Grosso

publicado em 10 de abril de 2018

Chapadão do Parecis começa a aderir aos sistemas integrados e produtor abre fazenda para mostrar na prática as vantagens da integração para o setor produtivo


Líder nacional na produção de grãos, Mato Grosso é um dos estados brasileiros que se destaca no avanço da utilização dos sistemas integrados na produção agropecuária e, atualmente, é o segundo colocado no ranking dos estados que fazem uso do sistema Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, com aproximadamente 1,7 milhões de hectares cultivados. O estado vizinho Mato Grosso do Sul ocupa o primeiro lugar com mais de  dois milhões de hectares com sistemas integrados. Em todo Brasil já são mais de 14 milhões hectares.

O assunto de interesse de muitos produtores, pesquisadores e até estudantes foi um dos destaques da primeira ação de abertura da 11ª edição da Parecis SuperAgro, que começou na manhã desta segunda-feira (09.04), com um Dia de Campo na Fazenda São Paulo, em Brasnorte. A iniciativa foi uma parceria da 11ª Parecis SuperAgro – Feira de Tecnologias e Negócios, a Embrapa.

Referência pelo uso do sistema Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), a Fazenda São Paulo destina 50 hectares de sua área para consorciar, eucalipto, teca, mogno africano e criação de gado. Pela alta fertilidade do solo, o capim-mombaça foi a espécie escolhida para a pastagem entre as árvores.  Na ocasião, os especialistas no assunto apresentaram alguns resultados do aumento da adesão ao sistema em nível de Brasil e Mato Grosso, citando exemplos de propriedades que atuam no segmento e a satisfação do produtor. Além de dicas de manejo, técnicas adotadas, mão de obra especifica e escolha de mercado.

Segundo o proprietário, Vitório Herklotz, o processo de introduzir pecuária na agricultura é uma luta que já dura mais de 10 anos, quanto à presença da floresta também é algo que se arrasta por longas datas, pois antes de plantar as espécies que existem hoje, a Acácia era quem ocupava essa área.

“Eu sou um homem que gosta de modificar, melhorar e quantificar o sistema. Ainda não posso dizer que os resultados futuros serão os melhores, mas estou confiante e a sombra que essas árvores fazem para os animais, paga parte do esforço”, frisou.

A paixão pela pecuária e a busca por novas alternativas no setor do agronegócio, também fizeram parte da decisão de Vitório. O empresário diz ainda que os sistemas integrados são alternativas muito interessantes, principalmente para o gado que tem aumento de peso até considerável em relação ao pasto solteiro. Além do retorno financeiro que essa madeira pode trazer em alguns anos.

Porém, no sistema ILPF existe um problema que não vem agradando em nada o produtor: a predação do gado nas árvores. Quem explicou melhor sobre esse fator e o porquê ele acontece com tanta frequência foi a zootecnista da Embrapa Sudoeste, Maria Luiza Nicodema. Respondendo às perguntas do público presente, Maria Luiza esclareceu as dúvidas e destacou que uma boa alimentação suplementada com minerais e proteínas pode ser a primeira alternativa para uma solução.

“O produtor precisa ter quantidade e qualidade, evitar animais que tenham comido árvores antes, deixar o animal em pasto de boa qualidade, manter a taxa de lotação adequada e manejo sanitário. Sabemos que existem espécies de eucalipto que são mais atrativas, mas com o passar do tempo às cascas das plantas vão ficando mais duras e deixam de ser uma busca do animal”, destacou.

Para a presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Giovana Velke, o Dia de Campo da Parecis SuperAgro trouxe para a discussão um assunto que vive sendo pautado pelo país, que mesmo sendo considerado novo por muitos, já apresenta bons resultados para o produtor que aderiu. “Agradeço a presença de todos que vieram ao evento, espero que os resultados apresentados possam superar as expectativas dos participantes e sirva de exemplo e motivação para outros participantes”, concluiu.

SERVIÇO – A 11ª Parecis SuperAgro – Feira de Tecnologia e Negócios teve início nesta segunda-feira e segue até a quinta-feira (12.04). A feira é uma realização do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Campo Novo, do Sistema Famato, da Câmara Municipal de Campo Novo, Lindolfo Reinheimer – Fertilizantes Heringer, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Embrapa, Sindicatos do Chapadão do Parecis e Estância Bahia. A SuperAgro tem como patrocinadores Aprosoja, Astér, Baldan, Parecis Máquinas Agrícolas, Sicoob União, Syngenta, Kiko Tecnologia Agrícola. O objetivo dos organizadores é manter a feira como uma grande vitrine ao proporcionar oportunidades para demonstração de produtos e serviços, difusão de tecnologias e informações e realização de negócios.

Acompanhe a SuperAgro também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/parecis.superagro

Instagram: @parecis.superagro

Confira a programação completa:

DIA 10/04

8h às 19h – Visitação à feira

9h – Solenidade de abertura

10h30 às 12h – Painel “Problemas de conectividade na região do Parecis” Apresentação do estudo realizado sobre conectividade

13h45 às 15h30 – Painel “Soluções para a falta de internet na região do Parecis”

15h45 às 17h30 – Fórum de desenvolvimento econômico da região do Parecis

16h30 às 17h30 – Dinâmica de Máquinas

DIA 11/04

8h às 19h – Visitação à feira

8h às 10h30 – Conexão AgriHub

9h45 às 10h45 – Palestra “A Mágica dos resultados” – Palestrante: Eduardo Peres

11h às 12h – Palestra “Sucessão e governança” Palestrante: Fabiana Alves – Diretora do Rural Banking do Rabobank

14h às 15h – Palestra “Intensificação da pecuária de corte” – Palestrante: Marco Antonio Balsalobre – Consultor

14h às 15h30 – Painel “Tenha uma ideia: como começar a empreender no Agro” – Participação das startups que fazem parte do Conexão Agrihub

16h30 às 17h30 – Dinâmica de Máquinas

DIA 12/04

8h às 19h – Visitação à feira

9h às 13h – Fórum Mais Milho

15h às 16h – Palestra de encerramento “A 4ª revolução industrial e a transformação digital” Palestrante: Gil Giardelli

PROGRAMAÇÃO FÓRUM MAIS MILHO

DIA 12/04

9h – Painel de abertura – O Atual Cenário Econômico e Político do País Com Mauro Zanatta, jornalista e comentarista do Canal Rural

10h – Painel 2 – Etanol de Milho: Cenário Político e Demanda – Com Ricardo Tomczyk, presidente-executivo da União Nacional do Etanol de Milho – UNEM

11h – Painel 3 – Etanol de Milho: Uma Oportunidade Regional – Com Glauber Silveira, vice-presidente Associação Brasileira dos Produtores de Milho – Abramilho

Fotos: Thiago Rocha
Assessoria de imprensa – 11ª Parecis SuperAgro
Pauta Pronta Conteúdo
Cairo Lustoza – (65) 99602-0512 e (66) 99915-5731
E-mail: contato@pautapronta.com.br

Documento sem título